Gerenciando Snapshots no Hyperv 3.0 do Windows Server 2012

Snapshot são dados usados para restaurar uma VM em um estado passado.

Esses arquivos são recomendados permanecer e serem executados em ambientes de testes ou em procedimentos experimentais, pois facilita muito em uma recuperação de um ambiente sob uma alteração prévia.

 

Quando você cria um snapshot, um novo disco é criado e referenciado ao disco anterior. Em um eventual rollback, é apagado o disco novo criado e removido a referência, assim tudo volta como estava no disco anterior.

 

Caso a alteração seja com sucesso, e você não precisa mais de um restore pelo snapshot, é recomendado apagar o snapshot para que seja feito o merge do disco criado com o disco original. No Windows Server 2008 esse procedimento normalmente acontece quando o snapshot é apagado e o servidor desligado, já no Windows Server 2012, o merge de discos é feito sem necessidade de desligar o servidor, o que facilita bastante para o gerenciamento de arquivos de snapshot.

 

Obviamente, isso não é um recurso novo, mas costuma deixar algumas pessoas confusas na hora de uma decisão.

 

image

 

 

Álvaro Rezende [MVP Microsoft]
——————————————————————
Entre em contato:
[Aqui]

Consultorias e Treinamento Microsoft: [Aqui]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s