RemoteAPP não está mais no Azure :(

É pessoal, a notícia é essa mesmo. A Microsoft decidiu descontinuar a solução de RemoteApp no Azure.

Não ficou bem claro o real motivo, mas a solução era bem interessante, porém eu já desconfiava que tinha algo errado pelo grande tempo que ela ficou em “Preview Mode”.

 

Detalhes:

http://bit.ly/2bA0r0o

 

Me parece que por questões estratégicas (ou técnicas – vai saber né), a Microsoft decidiu remover o produto de disponibilidade imediata e recomendar para que clientes que precisem de publicação no modelo que estava sendo feito no Azure, use o XenExpress (da Citrix).

 

Isso mostra uma parceria estreita entre Microsoft e Citrix que devemos observar os aconteceres dos próximos capítulos:

 

https://blogs.technet.microsoft.com/enterprisemobility/2016/08/12/application-remoting-and-the-cloud/

 

Agora vamos focar no técnico:

* Se você tem aplicações publicadas no RemoteApp, terá 1 ano para migrar e já pode começar a planejar isso imediatamente. Novas aquisições já não são mais possíveis.

* Se você estava no meio de um desenho de cenário com RemoteApp, considere usar opções de terceiros (como o da Citrix por exemplo) ou usar cenários IAAS com RDS Session Host da maneira tradicional.

 

Segue um link que fala sobre arquitetura de RDS em IAAS no Azure que pode ajudar:

https://technet.microsoft.com/en-us/windows-server-docs/compute/remote-desktop-services/desktop-hosting-reference-architecture

 

Ponto Importante:

O licenciamento de RDS no Azure não é convencional. Você precisará licenciar o RDS em SPLA ou estender a sua licença para o Azure (mobility option) se tiver o SA.

Não é permitido a compra de RDS CAL da mesma maneira que em cenário on-premisse. Isso é muito importante.

 

Oremos rsrs…

 

Álvaro Rezende

MVP Microsoft – Office Servers and Services

Skype Broadcast no Office 365.

Algumas pessoas já sabem que a licença E5 do Office 365 possui um recurso muito bacana para grandes apresentações que é o Skype Broadcast.

 

O Skype for Business tem um limite de 250 pessoas em uma apresentação, então se você precisar mais pessoas do que 250 em uma única apresentação precisará usar o Skype Broadcast.

 

O Skype Broadcast aumenta esse valor para até 10.000 e usa uma tecnologia de streaming para a apresentação, ou seja, o que você faz é processado para um local e de lá transmitido por streaming para os participantes.

 

Algumas pessoas podem esperar algum delay na transmissão, isso é pelo fato de diferentes velocidades de internet. Por exemplo, uma pessoa pode estar vendo um vídeo com 2 segundos de delay pelo streaming e outra pessoa com 5 segundos, porém isso é totalmente transparente para o usuário final, ele não percebe o atraso, apenas que está transmitindo.

 

Também existe um ajuste na qualidade do streaming automático para otimizar a transmissão, possibilitando que mesmo em um link de baixa qualidade o usuário recebe a transmissão de maneira satisfatória.

 

Você precisa de 3 passos para começar a usar:

 

1 – Para usar essa feature você precisará de uma conta E5 (para quem for fazer a apresentação).

2 – Também é necessário ativar essa funcionalidade no seu tenant (via powershell).

3 – Existe uma página específica para para agendamento do Skype Broadcast.

 

Mais detalhes nos links abaixo:

 

O que é Skype Meeting Broadcast:

 

https://support.office.com/en-us/article/What-is-a-Skype-Meeting-Broadcast-c472c76b-21f1-4e4b-ab58-329a6c33757d

 

Habilitar o Skype Meeting Broadcast:

 

https://support.office.com/en-us/article/Enable-your-organization-for-Skype-Meeting-Broadcast-5299cce0-850e-42dc-b6ae-2d0ee775c4a9

 

Agendar um Skype Meeting Broadcast:

 

https://support.office.com/en-us/article/Schedule-a-Skype-Meeting-Broadcast-c3995bc9-4d32-4f75-a004-3bc5c477e553

 

Boa leitura.

 

Abraços.

 

Álvaro Rezende

MVP Microsoft – Office Servers and Services

Palestra – Serviços Profissionais com Office 365 e Azure.

Mais uma da série, fiz não reportei, mas nunca é tarde…

 

No dia 14/06 fiz duas palestras para público de empreendedores no geral sobre dois tópicos que gosto bastante:

 

O primeiro foi sobre Serviços Profissionais com Office 365 e Azure, sempre com foco em soluções que trazem Propriedade Intelectual como forma de se diferenciar no atual mercado com várias formas de Cloud e soluções em Nuvem.

 

Tivemos cerca de 35 pessoas presentes

 

 

Segue fotos do evento:

 

 IMG_0104IMG_0105

IMG_0106

 

Abraços.

 

Álvaro Rezende

MVP Microsoft – Office Servers and Services

Palestras – Serviços profissionais com Office 365

Mais uma da série, fiz não reportei, mas nunca é tarde…

 

No dia 10/05 fiz uma palestra empreendedores que pretendem empacotar serviços profissionais usando as ofertas de Cloud Microsoft.

 

Tivemos bastante pessoas e isso foi bem positivo.

 

Como eu sempre digo: A empresa que pensar apenas em vender Office 365 sem um serviço agregado não terá sucesso no longo prazo da maneira que o mercado está hoje.

 

Então é muito importante ter o serviço complementando a venda de licenciamento, pois é o serviço que vai fazer o cliente renovar o licenciamento e não optar por soluções do concorrente.

 

Segue algumas fotos do evento:

 

evento1evento2

evento3

 

Abraços.

 

Álvaro Rezende

MVP Microsoft – Office Servers and Services

CSP Cloud Workshop

No dia 22/02 tivemos um evento muito bacana na Microsoft, com a presença e palestrantes internacionais para falar sobre o CSP no Azure.

 

Eu particularmente gostei bastante do evento, e a mensagem foi bem parecida com uma que já venho falando há um tempinho:

 

Ofertas de valor agregado. Isso vai fazer a solução ser aderente e interessante.

 

No evento tivemos algumas simulações de composição e soluções e geração de valor agregado e inserção de valores finais. A formula é essa…

 

Pedi o palestrante o PPT para compartilhar aqui com vocês, recebendo, eu edito o post e adiciono.

 

Abraços.

 

Álvaro Rezende

MVP Microsoft – Office Servers and Services

MCT Renovado por mais um ano…

Bom, esse é um tema que parei um determinado momento para escrever esse post pois acho que é um assunto interessante e que está em constante transformação.

Desde 2007 eu faço parte do grupo de profissionais que possuem e mantém anualmente o título de MCT – Microsoft Certified Trainer. Esse título é uma obrigatoriedade para instrutores que pretendem dar aula de Cursos Oficiais da Microsoft em todo o mundo.

Desde que credenciei para esse título ministrei ao todo diversos treinamentos, em vários estados do Brasil em Learning Centers Microsoft. E a experiência em poder formar pessoas em carreiras Microsoft é incrível.

Obviamente no passado já foi bem mais reconhecido e interessante do que no formato atual, que o reconhecimento é bem pouco e a valorização também, o que tem feito com que vários MCTs não se interessem e deixei o programa.

Mas quando olho para o histórico e vejo que muitas pessoas cresceram e se desenvolveram profissionalmente e eu tive participação nisso fico orgulhoso e satisfeito.

 MCT

Abraços.

 

Álvaro Rezende

MVP Microsoft – Office Servers and Services

Netwrix Change Notifier for Active Directory: Review

Olá pessoal, dessa vez parei para escrever um post sobre uma ferramenta que vem me chamando bastante a atenção pelo fator de ajudar muito em auditorias e desvio de segurança, que encontro em clientes e por ser gratuita, que é o Netwrix Change Notifier for Active Directory.

Hoje em dia, os profissionais de TI sempre têm que ficar de olho na segurança da informação sensível com maior atenção. No caso de Active Directory, onde é particularmente importante evitar e proteger contra as alterações não autorizadas é bem difícil controlar a situação.

Se você conhece este problema, vai gostar do Change Notifier for Active Directory, desenvolvida por Netwrix Corporation (EUA). Essa ferramenta rastreia as alterações feitas no seu ambiente Active Directory (permissões, diretivas de grupos e mais) e lhe envia notificações detalhadas sobre todas as alterações. J

Você pode baixar esta ferramenta absolutamente grátis aqui.

Passos de configuração:

1 – Configurar o Netwrix Change Notifier for Active Directory é bem fácil: você só precisa especificar o domínio que será vigiado, o e-mail para envio dos relatórios e os dados do servidor SMTP. Há também uma opção de especificar a localização dos relatórios.

screenshot1

2 – Ao configurar a ferramenta, clique Apply, e já estamos lá: o Change Notifier vai ficar de olho em todas as alterações no seu ambiente Active Directory e lhe enviará relatórios diários com os detalhes de alterações feitas nas permissões, GPO, unidades de organização, etc:

screenshot2

Ao usar o Netwrix Change Notifier for Active Directory, conclui que é uma ferramenta muito útil para administradores de Active Directory no dia a dia e recomendo para um melhor controle de  alterações na sua infraestrutura.

Claro que, por ser uma ferramenta gratuita possui algumas limitações, mas caso você goste, pode comprar a versão completa sem limitações. Além disso, atualmente a ferramenta só está disponível em inglês.

Para mais informação sobre o desenvolvedor desta ferramenta, visite o seu site: www.netwrix.com.br.

Bons testes e aproveitem!

 

Álvaro Rezende

MVP Microsoft

Licenciamento Windows 8 – Como fazer?

Pessoal como estou percebendo muitas dúvidas e questionamentos sobre as opções corretas de licenciamento do Windows 8, segue maiores informações.

 

FPP (Varejo) / ESD (versão de download): A partir de agora, as licenças FPP/ESD são exclusivas para UPGRADE, ou seja, o cliente deverá ter a versão original de Windows7, Vista ou XP SP3 já instalado.

 

COEM (Distribuição): Licença completa de Windows vendida com um novo PC, usualmente através de Integradores de Sistemas. Para os casos de um montador individual, ele poderá comprar esta licença para montar a máquina nova, usá-la de forma pessoal, em uma máquina virtual ou em outra partição do sistema, como sistema operacional secundário.

 

OPEN (Upgrade): Licença de upgrade/atualização vendida para os clientes que já possuem alguma versão de sistema operacional qualificável para upgrade. Esta licença pode ser encontrada através das revendas, na modalidade licenciamento por volume OPEN ou OPEN mais o Software Assurance (SA).

 

GGK (Legalização, até 4 Licenças): Licença completa de Windows voltada a clientes que precisam suprir a ausência do sistema operacional original da Microsoft em seus PCs. Esta licença pode ser encontrada através da revenda e integradores de sistemas.

 

OPEN GGS (Legalização, a partir de 5 Licenças): Voltado para empresas com 5 ou mais usuários, que precisam suprir a ausência do sistema operacional original da Microsoft em seus PCs. Esta licença pode ser encontrada através das revendas, na modalidade de licenciamento por volume OPEN.

 

Versão

Cenários de Venda

Descrição

OPEN Upgrade

Para clientes que já possuem PCs com algum sistema operacional qualificável, Windows original e Mac, e queira atualizá-los para Windows 8 PRO.

Licença de Upgrade/atualização voltada a clientes com 5 ou MAIS PCs

ESD/ FPP

Consumidores que já possuem PCs com algum sistema operacional qualificável, Windows original, e queira atualizá-los para Windows 8 PRO.

Licença de Upgrade/atualização voltada a clientes com MENOS de 5 PCs

Obs. Este licenciamento é voltado especialmente para consumidores domésticos.

COEM

Para integradores de PCs e/ou clientes montando computadores novos, até o limite máximo de 4 máquinas, para uso próprio.

Licença completa para novos computadores

Obs. Não deve ser vendido como licença de regularização (legalização)

GGK

Para clientes (até 4 PCs) com versões não regularizadas de Windows ou com Linux, que desejam regularizar seu PC com Windows original

Licença completa para computadores que não possuem uma licença original de Windows

OPEN GGS

Para empresas (5 ou mais PCs) com versões não regularizadas de Windows ou com Linux, que desejam regularizar seu PC com Windows original

Licença completa para computadores que não possuem uma licença original de Windows

 

Álvaro Rezende [MVP Microsoft]
———————————————————
Entre em contato: [Aqui]

Consultorias e Treinamento Microsoft: [Aqui]

“Pirataria de Software – Não! Eu Denuncio.”

Olá a todos.

Hoje venho falar de um assunto polêmico, mas de grande importância, principalmente no mercado corporativo, que é o licenciamento de software.

 

A ABES e BSA lançaram o Portal de Denúncia de Pirataria de Software, com o objetivo de reduzir a pirataria de software em empresas do Brasil. As denúncias são anônimas e serão apuradas pelos advogados de ambas as associações.

 

O link é: http://www.denunciepirataria.org.br

 

Informação importante: No Brasil, o atual índice de pirataria de software é considerado alarmante. A cada 10 programas adquiridos ou baixados pela internet em território nacional, mais de 5 são obtidos ilegalmente. Segundo estudo da BSA, a estimativa é que, se e a taxa de pirataria diminuir 10 pontos percentuais (de 53% atualmente para 43%), R$ 6,4 bilhões seriam adicionados à economia local, 13 mil novos empregos seriam criados e aumentaria a receita da indústria local em mais de R$ 4,8 bilhões.

 

Faça sua parte e não seja um a contribuir com esse crime.

[]’s

 

Álvaro Rezende [MVP Microsoft]
———————————————————
Entre em contato:
[Aqui]

Consultorias e Treinamento Microsoft: [Aqui]